quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O problema de um cu doce...

''Cê fica dando bola mas na hora de jogar não rola

Tá sendo egoísta, eu tô livre e cê não passa a bola

Pára de jogar sozinha

Vamos fazer uma tabelinha...'' Giselda - Ultrage a rigor



Talvez essa seja uma das expressões mais antigas que minha avó contava, mas mal sabia eu que, ao crescer, sofreria tanto por causa dessa expressão. Bom, ao contrário de mim, talvez você ainda não conheça um cu doce, já que sou quase especialista no assunto. Bom, ao falarmos de um cu doce, não estamos nos referindo a um cu diabético, não é isso. Aliás, se fosse seria muito mais fácil de lidar com a questão, afinal, já inventaram até camisinha light para este tipo de problema.



Um cu doce, mas bem doce mesmo, é o típico charminho. É dizer que não quer, mas por dentro está seco de vontade querendo, sabe? Só não sei dizer a origem dessa expressão, mas se um cu normal já não é algo agradável, quiçá um adocicado. E se um cu não combina com o complemento “doce”, existe uma combinação muito, mas muito pior mesmo: homem + cu doce.




Cara, se você tem uma namorada ou conhece alguém que tenha TPM agradeça a Deus, porque eu prefiro ver o José Serra pelado na cadeira presidencial do que ter que aturar mais um homem que sofra desse mal chamado cu doce. Nesse intuito, após uma longa jornada de uma experiência etnologicamente comprovada, venho por meio deste apontar alguns aspectos que definem bem o “Homem do cú doce”.




Bom, devem estar pensando o que uma mulher – sim, não sou mais uma garotinha fofinha e cheia de hormônios, talvez ainda com hormônios – está buscando ao se escrever acerca de um tema tão nada a ver? Resposta: se aconteceu comigo, pode acontecer com você! Isso é o que chamo de utilidade pública!!!




A primeira lição que deixo aqui é: Nunca subestime um homem que faz cu doce. Isso porque ele é capaz de tudo, eu disse tudo para te contrariar! Se você disser sim, com certeza ele dirá não! Ele é do tipo que te dá todas as demonstrações de que gosta de você, que te quer, que é capaz de abrir mão até do seu game preferido para estar com você, mas no fim das contas, ele simplesmente diz Não! Não gosto de você! Não quero ficar com você! Não sinto atração por você! Não gosto de mulher! Não! Não! Não!




Será que existe alguma coisa mais broxante nesse mundo do que esse tipo de atitude? Cara, você tá ali, de coração aberto, disposta a tudo, desde abrir mão do seu orgulho próprio e ser obrigada a ver Pokémon até a ignorar o fato de ele ter apenas uma pimentinha (huahauhauahuaha). Daí quando você decide se amar e se valorizar mais, eles vêm todos fofinhos, cheirosinhos e com olhinho do gato do Shreck pra cima de você e não tem jeito: você amolece mais do que manteiga no deserto.




E assim seguem nossas vidas, um dia no paraíso e, subitamente, caímos no inferno, tudo isso por causa de uma p**ra chamada cu doce. Mas apesar de tudo isso, não resistimos e ainda acreditamos que isso é apenas uma fase, que um dia vai passar, basta ter calma e esperar sua vez chegar.




E aqui estou eu, com mais um fora no meu hall de colecionáveis, esperando o próximo. Já posso até ouvir: “E o fora vai para...mim”. Bem, o que posso fazer? Assim como serenata de amor, o cu doce acaba sendo doce mesmo. Mas todas esses vens e vais em nosso adocicado relacionamento me trouxe algo de bom: descobri a fórmula que acaba com qualquer cu doce. Não importa se seja gordinho, bonito, cheiroso, vale para qualquer um. Quer saber qual é o segredo? Te conto na próxima.



Inté!!!



By Nobuta Power!!!!



Esse post do Tiro ao alvo é mais do que especial pois contei com a colaboração de uma grande amiga  que resolveu transformar em post uma experiência que ninguem entende o motivo mas todo mundo já passou por isso na vida. Seja homem ou mulher não importa pois estamos todos sujeitos ao maldito ''candy ass''. Quem nunca teve vontade de mandar alguém tomarnocentrodoolhodo*  catar coquinho devido ao cú doce... que atire a primeira pedra.
Música para se curtir um cú doce : SE - Djavan (Como o proprio nome já diz Se...quer coisa mais cú doce do que isso? Agora pense no que um cú doce pode estar fazendo em você! Djavan adora um SE e escolheu aquele cabelo!  Pondere hsuausahuas)

3 comentários:

Nyo disse...

É Vivi, falou e disse !

Esse tal de Cu doce é a pior praga da humanidade, acho que é uma das maiores babaquisses que o sexo oposto pode fazer, pois como fora definido no seu Blog, o cu doce não é ligado somente as garotas do mundo.

Ótimo post ! o/

Samy disse...

huahuahuahuahua, a agda me mostrou esse texto! o/

achei ótimo e concordo muito! xD

Parabéns, meninas! =**

Infelizmente, eu já fiz muito cú doce. =/

Não sejam muito rigorosas com eles, amigas! Eu os entendo... Isso é resultado da timidez e do medo, tadinhos. =/

Vivi disse...

Tadinhos o cacete!!!!
Qualquer pessoa que faça cú doce merece ficar chupando o dedo pra deixar de ser besta.